segunda-feira, 24 de março de 2014

MEUS MOMENTOS NA NET:

sexta-feira, 21 de março de 2014

DO LADO ESQUERDO DA MINHA RUA :

Existe um senhor, que há anos fixa moradia por ali, embaixo da árvore,ao relento e a exposição curiosa de olhares muitas das vezes de deboche e brincadeiras desconexas.Aparência extravagante e suja, olhar temeroso,cabisbaixo e calado ele se vira como pode.Quando a chuva cai, o frio aperta ou o vento assopra com brutalidade, ele se ajeita debaixo de seu cobertor bicicleta, se enrosca agarrado a seu próprio corpo e mesmo parecendo ter mais de 50, ainda parece maravilhado com tamanha beleza,proporcionando em suas feições indícios de que vai sorrir. PARECE UM MENINO: Cabelo sarará, barba aponto de precisar ser cortada e marcas de feridas pelo corpo, se tornam pequenas insignificâncias diante das marcas nítidas em seu olhar desesperançoso.Vez ou outra enfia a mão em um buraco na parede onde se encosta,puxa uma pequena pasta preta,abre um livro todo lambuçado de saudades e lembranças, e por conseguinte,arrisca um sorriso meio preso,meio doloroso,meio calejado.Hora puxa uma foto deteriorada pelo tempo, e a emoção contida em suas expressões é digna de pena, parece uma dor tão grande que machuca e toca fundo em sua alma.Meu "DEUS"quanta tristeza !A noite cai,o dia vem, hora de trabalhar: hora de levantar, de ir a luta .Ao invés de pegar sua mochila, sua pasta como todo bom trabalhador que se prese,ele pega seu saco de nylon, muito sujo por sinal, atira-o nas costas, acende um pito tipo sabiá, e retira de uma garrafinha mini, um liquido que joga sobre os cabelos e o rosto  sem definição exata . Não se sabe se é água ou aguardente,pois este líquido também exala pela sua garganta como café da manhã, só que de uma forma amarga,notado nas expressões em sua face.E assim ele vai, lentamente em direção ao nada, com movimentos leves e abrasivos, gesticulando e arriscando um assovio expeitante , repulsivo e tristonho.Á noite ele volta para o mesmo lugar, como se ali,naquele exato local tivesse uma história mal contada, por terminar.TALVEZ QUEM SABE,POR ESTA CIDADE PASSE UM "ANJO"E POR ENCANTO ABRA SUAS ASAS SOBRE OS HOMENS...e a aquela necessidade ou vontade que as pessoas dizem ter de ajudar, se tornem reais e toquem nos corações alheios, aponto de faze-las enxergar, que aquele maltrapilho, aquele mendigo, sei lá ...derrepente tenha muita história pra contar!

domingo, 9 de março de 2014

MUITO PRAZER!!! MULHER :

Me chamo alguém, que vagueia por ai, com olhos tristes a te procurar. Tenho guardado no peito, a vontade louca de te abraçar, de sentir o teu cheiro, seu perfume,o calor abrasivo, da incógnita, mas abrangente necessidade de te amar .Muito prazer !Me chamo alguém. Alguém que inspira cuidados e lagrimeja por teu sorriso,numa ânsia louca por teus olhos.Em meus sonhos,sofro calado,vejo-a pelas metades,me estendendo a mão e me chamando de meu "AMOR".A nossa sintonia, tem fundo espontâneo, é melodia rara, difícil de se ver por ai, e toca fundo em minha alma e acalenta meu insensato coração.É por você que vivo cada dia após o outro, e tento nas tranqueiras da vida,buscar motivos para não desanimar. Te busco no amanhecer de cada dia, na chuva que cai serena sobre a relva macia, no reluzir das luzes da cidade,nas capas de revistas e no brilho afiançável de uma estrela guia.Estrela esta que me leva pro céu,de encontro a minha louca vida ,e minha eterna paixão...você.Muito prazer Mulher,tenho alma de poeta e desejo de escritor. E na certeza da minha dor,procuro seu corpo em meio a multidão dos planos e sonhos de êxtase sobrenaturais.Muito prazer dona das minhas vontades, mulher majestosa e soberana, rainha que edifica meu lar.A você Mulher arrisco meus versos e fortaleço minhas palavras, abdico meus sonhos e enalteço meus desejos de vê-la feliz.Porque tu és assim: Joia rara que não se vê, que não se encontra com seu devido valor. Você Mulher, é a perfeição do imaginário, a certeza real que se faz presente, diante do "Altar do criador".Singela e bela, de apetrechos e virtudes afiançáveis,procuro esta Mulher por ai,nos versos de ilusão e nas palavras de SO...LI...DÃO >AH !!!ESSAS MULHERES!