terça-feira, 28 de janeiro de 2014

BONS AMIGOS

Muitas vezes queria lhe falar, mas me faltaram forças para te buscar pra bem junto a mim.
Muitas vezes precisei tanto do seu sorriso, do teu caminhar, da sua vivência e das suas atitudes,que meus olhos fecharam para outras pessoas que também se propuseram a me ensinar e a me levar por ai...por uma estrada sem fim. Joguei fora planos,sonhos, desejos e esperanças e mergulhei num mundinho de amarguras e solidão.
EU SÓ ENXERGAVA VOCÊ:
Via seu jeito espontâneo de ser e me gabava disto. Dentro de mim eu dizia pra mim mesmo: Não preciso de mais nada, só o "AMOR"desta pessoa me basta. Estava cego para o mundo e para a vida.
Achava que nutrindo um AMOR absoluto, talvez até surreal, minha vida seria serena, plena e harmoniosa .
Na rodinha de amigos, no barzinho da esquina, ouvindo aquela música que falava de "AMOR", meus pensamentos iam longe, eu criava dentro de mim fantasias, fetiches e aglomerações de um desejo enorme, de que tudo aquilo que sonhava em plena luz do dia fosse real.Estava doente, doente de AMOR por ti, e meus anseios caiam por terra quando findava o dia .E a noite, quanta amargura. Andava com passos lentos por todos os cômodos da casa , Ascendia um cigarro, tomava um café,e diante de tanta dor, olhava as estrelas enaltecidas e reluzentes, envoltas por negritude, um breu, um céu escuro que se fazia notar pelo brilho mágico de pequenas luzes.
ENTÃO EU VIA VOCÊ...
Linda ! caminhava em  minha direção e acenava pra mim,
Como uma deusa: cabelos ao leu,perfume de jasmim,e ares menina.
Mas tudo não passava de sonhos, de esperanças e vontades de um dia te ter ao meu lado..QUE FOSTES MINHA.
Eu quis tanto ser amado por ti , que tomei posse da sua vida sem ao menos pedir licença para entrar.
Eu confundi amizade com 'AMOR" e hoje sofro calado, amuado em meu canto, meus dias tem sido assim
Nublado, vazio, sem luz própria e sem calor.
Eu sem você...
estou morrendo um pouco a cada dia
estou perdendo...
A RAZÃO DE VIVER.